DIOGO SALVO DA EXPULSÃO


Diogo era o nomeado menos votado pelo público até ao final da tarde desta quinta-feira e deixa, por isso, de estar em risco de deixar o Big Brother 2020 no próximo domingo.

Diogo


A semana é de recorde de nomeados no Big Brother 2020. Mas há agora menos um a votação. Diogo era o menos votado pelo público até ao final da tarde desta quinta-feira, no momento em que Cláudio Ramos suspendeu temporariamente as linhas telefónicas. Nesse instante, o especialista em Marketing Digital tinha apenas 5% dos votos.

Em risco de abandonar o reality show da TVI no próximo domingo continuam Ana Catharina, Daniel Monteiro, Jéssica, Noélia, Pedro Alves e Sandrina. O mais votado soma, até ao momento, 24% dos votos, mas a identidade do nomeado não foi revelada. Os restantes, por ordem ascendente, têm 8%, 13%, dois com 16% e 18%. As votações foram, entretanto, reabertas.

Jéssica e Pedro Alves em «protesto»
Na sequência da acesa discussão com Noélia e das polémicas afirmações sobre as mulheres de nacionalidade brasileira – «São de uma raça… Elas são da favela!», afirmou -, Sónia foi punida pelo Big Brother nesta quarta-feira. A vendedora ambulante de Vila Nova de Gaia deixou de ser, desde aquele momento, a líder da casa mais vigiada do País e ficou automaticamente nomeada para a próxima semana.

Já esta quinta-feira, o Big Brother ordenou os concorrentes a definirem quais dos quatro habitantes da sua casa que não estão nomeados – Daniel Guerreiro, Iury, Soraia e Teresa – deveria ocupar o lugar deixado vago por Sónia. A escolha teria de resultar de um consenso entre o grupo.

Chegada a vez de Pedro Alves e Jéssica anunciarem a sua posição, estes abstiveram-se de participar na votação «em forma de protesto», por não concordarem que o título de líder tivesse sido retirado a nortenha. Sandrina e Teresa também participaram no boicote. Os restantes chegaram a um consenso e, depois de opiniões divididas entre Teresa e Daniel Guerreiro, elegeram Teresa como a nova líder.

Pedro Alves sugeriu, então, ao grupo que Teresa fosse «a porta-voz de Sónia», ou seja, que Teresa não assumisse a liderança em pleno. A sugestão foi aceite pela nova líder da casa do Big Brother 2020.

Casal em rutura: «És bipolar!»
Na noite desta quarta-feira, Jéssica e Pedro Alves tiveram um conflito, supostamente causado por a empresária da Suíça ter recusado que o namorado lhe servisse o jantar. No quarto do líder, onde estão a dormir esta semana, por escolha de Sónia, o confronto deu-se.

«Estou farta de discussões inúteis», disse ela, num tom elevado. «Não berres! Porque me estás a berrar? Eu ouço bem…», atirou o jovem de Penafiel. A determinado momento, Jéssica assumiu-se «farta» destes momentos de tensão. E repetiu: «Estou farta! Se não gostas, vira-te para outro lado.»

«Estás a contradizer-te. […] És bipolar, estás a ser bipolar!», chegou mesmo a dizer Pedro Alves. Uma afirmação que levou Jéssica a assumir uma postura firme. Para ela, o que acabara de ouvir era «imperdoável». «É imperdoável, é imperdoável, é imperdoável», vincou.

Já em conversa com Sandrina, a jovem disse-se «farta» dos «filmes» criados pelo namorado. Depois, alentejana foi consolar Pedro Alves, que ficara em lágrimas após esta contenda. O casal fez as pazes no decorrer dessa mesma noite.

“Big Brother 2020”. Daniel Monteiro vira-se contra Noélia: “Estás sempre a mandar bocas”

A discussão aconteceu por causa de comida que foi deitada para o lixo. Noélia não gostou e Monteiro criticou a concorrente.

“Big Brother 2020”. Daniel Monteiro vira-se contra Noélia: “Estás sempre a mandar bocas”

Noélia não está a ser uma semana fácil. Depois da discussão com Sónia que culminou com uma conversa no confessionário, a concorrente algarvia vê-se envolvida noutra discussão, e desta vez por causa de comida.

Tudo começou quando Sónia se aborreceu com Teresa depois de a mãe de Thierry a criticar pelo estado da cozinha. Sónia justificou-se com a festa e logo foi para a cozinha arrumar tudo o que havia para arrumar. Visivelmente chateada, Sónia começou a arrumar a cozinha e deitar para o lixo comida que estava boa e outra que estava estragada. Noélia não gostou da atitude e explicou que não era apologista de deitar comida fora

Nesta altura, na cozinha, estavam a concorrente algarvia, Daniel Monteiro, Iury, Sandrina e Ana Catharina. O bombeiro não gostou e atirou: “Quem manda na cozinha é a Sónia, pronto. Ela é a líder”. “Acho muito bom ela estar a deitar comida fora”, respondeu a concorrente ironicamente.

SÓNIA PERDE TÍTULO DE LÍDER E ACABA NOMEADA APÓS COMENTÁRIO POLÉMICO. CONCORRENTE CHORA E AMEAÇA DESISTIR!


Sónia Jesus


O comentário que Sónia Jesus teceu esta quarta-feira, 24 de junho, na casa mais vigiada do país gerou polémica e mereceu especial destaque no Diário do Big Brother desta tarde. Tudo aconteceu quando Sónia disse a Daniel Guerreiro, Daniel Monteiro, Sandrina, Noélia e Iury que as mulheres brasileiras «são de uma raça…». «Elas são da favela!», acrescentou.

O BB não perdoou e tirou a liderança à vendedora ambulante. Sónia ficou ainda nomeada para a gala de domingo de dia 5 de julho.

«Ontem teve um comportamento agressivo para com a Noélia. Optou por não lhe pedir desculpa. Hoje, teve um comentário desadequado», disse o soberano, mostrando as imagens a todos os concorrentes. «Como sabe, a minha casa é um espaço onde todos cabem e onde todos devem ser tratados por igual. Ser líder acarreta muitas responsabilidades. A partir deste momento, deixa de ser líder da casa e, no domingo, está nomeada para a semana seguinte», anunciou.

«Só peço desculpa às minhas filhas»
Sónia começou por não querer comentar a sanção, mas acabou por ceder e, em lágrimas, pediu desculpa às filhas. «O que é que eu vim fazer para aqui? Desculpem eu ter vindo para aqui», disse. Os colegas defenderam-na, nomeadamente Noélia, com quem a concorrente se exaltou. «Eu não quer ser culpada de nada. Por mim está tudo bem. Não me senti ofendida com o que ela disse. Acho que ela não faz por mal», afirmou. A brasileira Ana Catharina apelidou o comentário como «infeliz» e garantiu que a companheira nunca lhe faltou «ao respeito».

Sónia ameaça sair

«Eu conheço a Sónia. Ela é uma mulher do povo e esta habituada a falar de uma determinada maneira. O que ela estava a querer dizer é que era mulheres fortes. Não estava a atribuir outros adjetivos. Ela disse ‘raça’ no sentido de ‘coragem’», opinou Teresa. Ainda durante o direto na TVI, Sónia levantou-se, começou a fazer as malas e ameaçou sair da casa. «Quero ir-me embora. Não quer conversa. Que palhaçada. Tanta mer** neste casa que não é mostrada. Vou sair lá para fora e dizer o que sei. Tudo o que passei aqui», disse.

Peixeirada no Big Brother! Discussão entre Sónia e Noélia «pode ter consequências»

A tensão esteve ao rubro esta tarde na casa do Big Brother 2020. Sónia envolveu-se numa discussão acesa com Noélia e houve gritos para todos os gostos. Explosão «pode ter consequências», avisa TVI.

As discussões entre concorrentes num reality shows são habituais. O que muda neste Big Brother 2020 são as consequências. Ao início da tarde desta terça-feira, Sónia envolveu-se numa discussão acesa com Noélia e, poucos minutos depois, na TVI, passava já em rodapé que «poderá haver consequências» desta explosão da vendedora de Gaia. Que, acontecerem, serão transmitidas em direto, no diário da tarde, a partir das 18h00.

Mas vamos perceber como tudo aconteceu.

Na noite de segunda-feira, Noélia tinha conversado com Soraia sobre Sónia. A vendedora de Gaia estava no quarto ao lado a ouvir o que as colegas diziam e não gostou dos temas abordados. Esta tarde, 23 de junho, o caldo entornou.

«Estou tão bem, tão equilibrada, parece que estás a fazer de propósito para me irritar. Não vais conseguir porque a minha força está lá em cima», começa por dizer Sónia.  «Já ontem usaste uma coisa que eu não gostei e eu não te disse nada para não nos chatearmos. Falaste das minhas filhas, que se tivesses filhas não vinhas para aqui. Não és ninguém para me criticar. Não gostei!», continuou, já aos gritos.

«Eu não te critiquei, não disse nada disso», respondeu Noélia. «Não sabes porque é que eu vim para aqui! Tu estás a ser constantemente desagradável comigo. Ontem de manhã, à tarde, à noite… Eu não tenho que levar as coisas sempre na boa quando falo contigo uma ou duas ou três vezes. Chega! Chega de seres desagradável comigo. Ponto final. Chega!», atirou.

Noélia interrompeu. «Posso falar?» «Não! Não quero falar, não te quero ouvir. Não sou nenhuma parva, Noélia!»

Noélia suspira, sentada no sofá. «Não é ‘ui’. Vou virar costas e não quero tornar a ouvir. Se para ti está tudo bem para mim não está. Chega de seres desagradável comigo. Se me incomoda o tom que tu me falas, o ar irónico que tu usas… comigo não é assim!».

«Pois, para mim, estás-me aqui a gritar e eu a ouvir», diz Noélia. Pedro Alves interrompe a discussão e chama Sónia para o jardim, para que se acalme. «Não tornas a criticar eu ter filhas e estar aqui. Não te dou direito de falares nisso», continua a gritar.

«Eu não fiz isso, não critiquei nada. Não me podes acusar de uma coisa que eu fiz. Respondi-te que eu, EU, talvez não viesse para aqui.», responde Noélia. «Não me interessa, não deixei as minhas filhas a passar fome!», atira Sónia.

«Está a doer-te eu ser líder? Deve estar!»

Noélia defende-se: «Big Brother, ponha a conversa aqui toda» Jéssica, ao fundo, fica do lado de Sónia e ataca Noélia. «Esquece. É inútil falar com ela.» «Faz de propósito para tirar uma pessoa do sério. E acredita que consegue», diz. «Os portugueses vão ver onde está a tua falta de humildade!», diz direcionada para Noélia.

Sónia vai saindo para o jardim e, virando para Noélia, esfregando o cotovelo, grita: «Está a doer-te eu ser líder? Deve estar!» Sónia continuou no exterior a desabafar com Pedro, Jéssica, Soraia e Diogo. De seguida, entrou na casa e pediu desculpas aos colegas que assistiram à discussão.

Marido de Angélica fala em preconceito! Já ela assume: «Cheguei a sentir-me sozinha»

Quarenta e dois dias depois, Angélica foi expulsa pelo público do Big Brother 2020, este domingo, 21 de junho, com 44 por cento dos votos. Salvos foram Ana Catharina e Pedro Alves, o que não surpreendeu a venezuelana de 25 anos.

«Já estava à espera de sair, as pessoas que foram a nomeações comigo são muito fortes e brilhantes…», começa por dizer em entrevista à TV 7 Dias a ex-concorrente do reality show da TVI, que reconhece que o facto de não ser portuguesa poderá ter sido um dos requisitos que levaram os portugueses a expulsá-la.

«Não só o facto de não ser portuguesa, mas também por não falar perfeitamente português. Acho que teve a ver mais com isso. Falo muito rápido e se calhar não percebiam bem o que dizia… Mas dentro da casa sempre me senti muito querida por todos.»

«Cheguei a sentir-me sozinha»

O marido não partilha desta opinião. Durante a gala do Big Brother 2020, Nuno falou com a TV 7 Dias e admitiu que sentiu que a mulher estava a ser vítima de preconceito dentro e fora do programa.

«Talvez haja algum tipo de preconceito por ela ser venezuelana. No início do programa, quando ela entrou, recebi imensas mensagens a perguntar porque é que não punham pessoas portuguesas e se ela é espanhola ou venezuelana porque é que está lá… Acho mesmo que há preconceito. Mas todos os concorrentes são diferentes. Só que acho que ninguém gosta dela cá fora, infelizmente, e lá dentro também não se adaptou», lamentou.

A própria Angélica, apesar de não ter sentido preconceito dentro da casa, assume que não se «emparelhou» com ninguém. «Cheguei a sentir-me sozinha. Era muito próxima da Jéssica e da Sónia, mas elas depois arranjaram par e eu fiquei sem ninguém… Mas saio feliz na mesma», afirmou.

«Eu não fazia ideia o que era um Big Brother»

Formada em Jornalismo, Angélica deixou o seu país para vir para Portugal no início de 2019 e revela-nos que foi o próprio marido que a incentivou a inscrever-se no reality show da TVI para ganhar visibilidade e alcançar o sonho de ser repórter televisiva ou apresentadora de algum programa.

«Eu não fazia ideia o que era um Big Brother, nunca vi. Ele é que me disse para me inscrever, que era bom para mim entrar num programa de televisão e alcançar os meus objetivos. O Jornalismo é uma área que me apaixona. Trabalhei cinco anos como jornalista na Venezuela e gostava de exercer cá em Portugal…», diz-nos aquela que inicialmente ficou reticente. «Não achei boa ideia, não gostei muito, achava que nunca iria ser chamada, mas depois fui… Nunca acreditei! Mas agora voltaria a viver tudo outra vez. Foi uma grande experiência…»

Big Brother. Bombeiros de Valongo criticam Daniel Monteiro

Big Brother 2020

As nomeações desta semana do Big Brother 2020 voltaram a causar polémica. A concorrente Ana Catharina nomeou o bombeiro Daniel Monteiro por “não se identificar com as causas” defendidas por este. O concorrente levou a mal esta afirmação e respondeu que esta não devia ser ajudada pelos bombeiros, causando o alvoroço nas redes sociais e um comunicado oficial da parte dos bombeiros de Valongo a criticarem a afirmação.

Ana Catharina tentou explicar que não se estava a referir à profissão do concorrente em questão, mas sim a uma postura agressiva que tem vindo a ter seguindo a filosofia da tropa, com a qual a concorrente brasileira disse não se identificar. Daniel Monteiro fez outra interpretação e disse que os bombeiros deviam negar-lhe ajuda. As redes sociais encheram-se imediatamente de comentários a criticar a atitude do bombeiro.

VÌTOR EXPLICA COMPORTAMENTO DE NOIVA NO BB 2020: «ESTÁ SUJEITA A VIR COM UMA DEPRESSÃO»

Sónia Jesus e Vítor

O noivo de Sónia, Vitor, foi esta segunda-feira, 25 de maio, gritar para a casa da Ericeira e a concorrente ficou automaticamente nomeada. «Não invadi nenhuma casa», referiu.


Vitor, o noivo de Sónia, foi esta segunda-feira, 25 de maio, gritar à casa mais vigiada do País, dando assim força à noiva para continuar no jogo, depois de esta ter chorado em plena gala do Big Brother, este domingo, 24 de maio.

Com saudades do noivo e das filhas de ambos, a concorrente do reality show da TVI não resistiu e acabou por trocar algumas palavras com o seu mais que tudo, o que lhe valeu uma nomeação direta, ficando em risco de ser expulsa no próximo domingo, 31 de maio.

Depois de anunciar a decisão do Big Brother aos colegas de casa, Sónia mostrou, mais uma vez, o seu desejo em abandonar o programa e, em lágrimas, referiu que o desenrolar do jogo se tem revelado «uma novela» e que não quer fazer parte disso.

«É como ela diz: “isto é uma telenovela”, e está-lhe a cair a ficha»
Vitor revelou que apoia qualquer decisão da noiva e que apenas foi gritar à casa «para lhe dar força». «Não invadi nenhuma casa porque se invadisse ia para a piscina», referiu, acrescentando: «Não fui lá para dar informações. Achei que estava em baixo porque conheço-a e conheço-a bem. Meti-me às cavalitas de um amigo meu e falei para dentro da casa.»

Quanto ao facto de Sónia estar nomeada e em risco de abandonar o reality show da TVI no próximo domingo, Vitor afirma: «Não acredito que seja expulsa.» Contudo, para o noivo da vendedora ambulante o importante está no facto de ela «querer desistir». «Ela não está a ser 100 por cento. É como ela diz “isto é uma telenovela”, e está-lhe a cair a ficha», refere.

Vitor mostra a sua preocupação pela saúde da mulher com quem partilha a vida há cerca de nove anos, assumindo que prémio nenhum é mais importante do que o bem estar da companheira. «O prémio estabiliza mas não íamos ficar ricos. A saúde está acima de tudo. Ela está sujeita a vir com uma depressão lá de dentro», afirma.

Quanto às filhas de ambos, o noivo de Sónia conta que estas «ficam tristes» por ver a mãe chorar e «sabem que a mãe não está bem». «Elas entendem isso. A de oito anos entende perfeitamente. Tento confortá-las mas não é fácil», confidencia.

RUI REAGE À AMEAÇA DE DESISTÊNCIA DE PEDRO SOÁ: «ELE NUNCA IA SAIR, FOI JOGO»


Rui deixou a casa do BB2020 este domingo, 24 de maio


Rui foi expulso este domingo, 24 de maio, do Big Brother 2020 e garante estar arrependido por se ter juntado ao grupo dos «kamikaze». O jovem de Vila Real esteve à conversa com a VIP e revelou que, apesar de «estar à espera» de abandonar a casa mais vigiada do País, ficou «muito triste» com a sua prestação.

«Senti-me arrependido porque sei que não me devia ter juntado a nenhum grupo, acabei por me queimar. Ontem [durante a gala do BB2020], quando fizeram as escolhas dos grupos devia ter ficado no meio, neutro. Acho que ter-me juntado aos «kamikaze» prejudicou-me. Se não o tivesse feito, ainda lá estava», começou por dizer.

«Para mim, o expulso tinha sido o Diogo porque não é frontal»
Nomeado com Diogo, Soraia e Daniel Guerreiro, Rui, de 23 anos, confessou que sabia que iria ser o expulso, mas não concordou com a decisão dos portugueses: «Para mim, o expulso tinha sido o Diogo porque ele não é uma pessoa frontal, ele não diz as coisas na cara, pica aqui e ali e ainda goza um bocado com as pessoas.»

«Acabo por ser um bocado influenciável, prejudicou-me»
Muito apegado à família, Rui contou que um dos momentos mais difíceis da experiência foi passar o seu aniversário sozinho, longe dos pais, num apartamento, ainda durante a fase de confinamento do BBZoom. Também os pais, Etelvina e Arsénio, acham que o ex-concorrente devia ter-se mantido afastado dos grupos: «Estão orgulhosos de mim, mas já me disseram que não devia ter entrado para o grupo dos «kamikaze.»

«Eu acabo por ser um bocado influenciável, gosto de fazer amigos, de me dar bem com todos e de agradar e prejudicou-me porque queria ter dado mais acordeão à casa [risos]», disse.

Rui confessou que, se ficasse, tinha preparada uma atuação de acordeão, dedicada ao «casal maravilha», Pedro Alves e Jéssica: «Acho que aquilo é mesmo verdadeiro, que eles gostam mesmo um do outro.»

A paixão por Sandrina: «Falou-se o que se falou lá dentro e não quero dizer mais nada»
Sobre a proximidade entre Daniel Guerreiro e Soraia, Rui não tem dúvidas: «Acho que não há futuro. Ela gosta dele, mas ele não e ao mesmo tempo que lhe dá para trás, também lhe dá esperanças e então andam ali. Acho que não vai dar em nada e que ela se vai magoar.»

«Sempre disse que se ali dentro alguém se apaixonasse por mim e eu não gostasse da pessoa que ia ser sincero e foi isso que disse à Soraia também, que o Guerreiro não estava a ser sincero», continuou, acrescentando que se sentiu apaixonado pela Sandrina, mas não quis falar sobre isso: «Falou-se o que se falou lá dentro e não quero dizer mais nada.»

O concorrente que mais surpreendeu Rui, «pela negativa», foi Diogo, e o jovem explicou que, durante o BBZoom, tinha ideia de que o Diogo seria uma pessoa «divertida», mas que ao entrar na casa do BB2020 percebeu que o gestor de marketing digital era «um bocado falso.»

Apesar de se mostrar arrependido com algumas decisões que tomou dentro da casa, Rui admitiu que voltaria a participar no reality show: «Remediava os erros que fiz, não os voltava a cometer se voltasse a participar, de certeza.»

«Estive lá pouco tempo, queria ter estado mais, para tocar mais acordeão»
«Não cumpri o que queria. Estive lá pouco tempo, queria ter estado mais, para tocar mais acordeão», admitiu, acrescentando que o instrumento musical vai ser a «arma» secreta para conquistar o «mundo»… e as mulheres.

Rui disse ainda que acha que o vencedor do Big Brother 2020 será Hélder, mas que gostava que ganhasse Pedro Soá, um dos seus «melhores amigos» dentro da casa.

Pedro Soá disse que abandonaria o BB2020 caso Rui saísse, mas acabou por não o fazer e o jovem de Vila Real garantiu que não ficou surpreendido.

«Ele nunca ia desistir… Já sabia que ele não ia sair. Aquilo foi jogo. Ele é jogador», terminou.

FOI GOUCHA QUEM AJUDOU EDMAR A ASSUMIR A HOMOSSEXUALIDADE


Manuel Luís Goucha recebeu Edmar no Você na TV!, da TVI, desta segunda-feira, dia 18 de maio.
Edmar foi o concorrente expulso da gala do BB 2020, da TVI, deste domingo, dia 17 de maio. Como tal, na manhã desta segunda-feira marcou presença no programa Você na TV! e Manuel Luís Goucha mal sabia o que o esperava. «Foste mesmo muito importante, homem!», disse-lhe o jovem, de 27 anos, ficando, desde logo, definido que ambos se tratariam por «tu» durante a conversa. 

O luso-britânico revelou que adora o apresentador desde pequenino, quando ainda estava na Praça da Alegria, da RTP, programa que acompanhava, em Londres [Reino Unido], através da RTP Internacional. 

«Com 16 anos fiz uma pesquisa no Google e percebi que também eras..», diz Edmar. «Homossexual», interrompe o apresentador. «Sim. Também tenho medo de dizer. E pensava: ‘Se a minha mãe adora este homem, não passa uma manhã sem ver o Manuel na televisão e o aceita como é, também vai aceitar o filho dela», continua o comvidado do matutino da estação de Queluz de Baixo. 

«Nunca tinhas conversado com a tua mãe sobre o assunto?», pergunta o marido de Rui Oliveira. «Nunca, nunca. Sempre soube que era diferente. Deste-me muita força. Ela ficou triste por não ter sido a primeira pessoa a saber. A mãe do meu ex-namorado soube primeiro, por exemplo. Mas ela foi aceitando», responde, acrescentando: «Foste mesmo muito importante, homem!» 

Goucha comove-se com história de Edmar 
A estrela maior da TVI ficou comovido com esta história. «Eu não me levo tão a sério. Mas eu já disse aqui, há dias, que houve uma mãe que chegou ao pé de mim e me segredou ao ouvido: ‘Obrigado por ser como é, que assim eu entendo o meu filho!’ Achei isso tão importante. Já valeu a pena eu estar na televisão estes anos todos», afiança Manuel Luís Goucha. 

Sobre a expulsão do BB 2020, Edmar revela que «não estava à espera de sair, mas queria». «Acho que os portugueses viram que eu sou uma pessoa divertida, mas que não estava bem para aquele jogo. Eu queria muito entrar, mas eu pensava que era só para animar, cantar, dançar. Depois chegaram as nomeações, começaram a falar dos concorrentes: ‘A Soraia está a vestir aquilo e assim’ Não quero saber o que é que as pessoas vestem», atira. 

«Estava triste todos os dias»
«Nunca tenho um dia triste em Londres. [No Big Brother] Estava triste todos os dias. Eu tentava animar-me, mas estava sempre triste. Mesmo assim esta experiência valeu muito a pena, aprendi muitas coisas sobre mim. Tenho de ser mais forte na vida», continua. «Tens, tens», considera Goucha. «Não posso ver as pessoas tristes», justifica-se o ex-concorrente. 

Edmar sofreu bullying na escola 
Durante a conversa, o jovem recordou a sua adolescência. «Sofri bulliyng na escola. Ficava triste, sempre fui assim. Sempre que as pessoas falavam mal para mim, ficava triste.»

Sobre a data de regresso a Londres, Edmar não sabe como vai ser. «Queria ir já na terça-feira, mas os bilhetes estão caríssimos. Não sei quando vou regressar.»

Edmar vibra com a expulsão do “Big Brother 2020”

Instagram “Big Brother 2020”

Segunda expulsão no Big Brother 2020. Edmar saiu esta noite da casa mais vigiado só país com 52 por cento dos votos, contra os 48 de Noélia que se junta ao outro sobrevivente Daniel Monteiro, com 28 por cento.

O jovem de Londres mostrou uma satisfação por sair como nenhum outro concorrente em 20 anos de reality shows e defendeu que se sente “aliviado”. “Não estava preparado para isto, ainda por cima sem telemóvel, nem nada” referiu Edmar a Cláudio Ramos.

Recorde-se que o concorrente expulso esteve, involuntariamente, metido numa polémica, depois de Hélder ter sido acusado de homofobia para com o participante, que está em risco de expulsão esta noite.